ir para o conteúdo principal
Idioma
PT
Torne-se Associado Adira ao Diretório
ACEPI
Comércio Digital  Atualidade  16 jul 2021

Ciclo de Talks debate os temas mais relevantes para o Comércio Digital 

Baseadas nas conclusões do Estudo da Economia Digital 2020, as Talks ACEPI/IDC debateram os principais temas estratégicos e operacionais do Comércio Digital em Portugal. Cada uma das sessões tem agora um resumo em vídeo, de acesso livre, disponível online.

content image article

Nos últimos dois meses, a ACEPI organizou, em parceria com a IDC, um ciclo de Talks tendo como ponto de partida as conclusões da edição mais recente do Estudo da Economia Digital, que desde 2017 permite conhecer a evolução da utilização da internet e do ecommerce por consumidores e empresas, assim como identificar desafios e validar oportunidades de desenvolvimento do ecossistema digital nacional.

O conceito foi desenhado para acrescentar valor e conhecimento aos dados recolhidos no Estudo, tendo-se optado por combinar keynotes que trouxeram novos dados e perspetivas nacionais e internacionais sobre a informação, com debates que juntaram especialistas de vários setores que partilharam estratégias e ferramentas ganhadoras na implementação de soluções de ecommerce.

O principal objetivo foi a divulgação alargada das conclusões sobre o ecommerce presentes no Estudo, “mas acima de tudo, não as ‘deixar ficar na gaveta’ e fazer delas um instrumento para debater e demonstrar soluções que permitem às empresas explorar as grandes oportunidades de um mundo onde mais de 2 mil milhões de consumidores já fazem compras online”, aponta Nuno Milagres, vice-presidente da Acepi e Coordenador do Programa Comércio Digital. Tirando partido da experiência dos oradores foi possível também identificar tendências, acrescenta.

“Em particular, para as micro e pequenas empresas, que constituem um pilar fundamental da nossa sociedade e economia, mas onde a transformação digital tem acontecido de forma mais lenta, é agora o momento de avançar de forma mais determinada e rápida no ecommerce”, afirma Nuno Milagres. “As Talks são mais um instrumento de partilha de conhecimento e experiência, o grande foco do Programa ACEPI - Comércio Digital”.       

Os grandes temas do Comércio Digital “e que são aqueles que todas as empresas têm que ter presentes para garantir uma operação de ecommerce de sucesso” foram as principais bases da iniciativa”, acrescenta Teresa Moreira, Vice-Presidente da ACEPI.

Ao longo das sete sessões, que pode agora ver em resumos de acesso livre, disponíveis a partir do canal do YouTube da ACEPI, falou-se de estratégia, de tendências e de como abordar mercados de proximidade e internacionais. Debateu-se igualmente o impacto de nova regulamentação e fiscalidade e dos ajustamentos que as empresas terão que fazer, assim como soluções operacionais de pagamentos, logística e marketing, considerados fatores-chave de sucesso para garantir operações de ecommerce eficientes e capazes de assegurar elevados níveis de satisfação dos clientes.      

A iniciativa mobilizou diferentes intervenientes, nacionais e internacionais, com competências e responsabilidades variadas e, apesar das possíveis dificuldades, a ideia foi facilmente colocada em prática e o retorno muito positivo. “As Talks foram uma excelente plataforma de agregação de conhecimento especializado e de experiência prática e que teve um feedback muito positivo por parte da audiência”, considera Teresa Moreira.    

“Num momento em que o ecommerce pode constituir uma grande oportunidade de crescimento para as empresas nacionais é importante refletir sobre a forma como as empresas estão a capitalizar essa oportunidade”.

Digital por defeito, mas formato presencial continua a fazer sentido

Talks à parte, o Comércio Digital tem vindo a utilizar o canal online para as suas atividades de partilha de conhecimento com bastante sucesso. Pela Academia de Formação já passaram mais de 1.400 alunos e um programa de 34 webinars abordou os temas mais atuais relacionados com ecommerce e a transformação digital, atraindo mais de 2.600 participantes de todos os pontos do país.

“O canal digital é essencial para garantir maior acessibilidade.  No entanto para o comércio local em que a literacia digital é mais baixa iremos retomar as ações presenciais no último trimestre do ano de forma a garantir que todos tenham acesso e possam participar no programa Comércio Digital”, prevê Nuno Milagres.

Através do contacto direto e regular que a iniciativa ACEPI-Comércio Digital tem com inúmeras pequenas empresas é possível perceber que o digital já é encarado por uma vasta maioria como essencial para o seu crescimento e até sobrevivência futura. Mas ainda há desafios a vencer ao nível de mentalidade, talento e recursos para que a transformação digital aconteça para muitas destas empresas.

“Para todos é evidente a necessidade de utilizar ferramentas digitais de suporte ao negócio e de introdução de novos canais de venda, no entanto existe a necessidade de fazer uma reflexão estratégica caso a caso, não basta ter a consciência da vantagem da economia digital, é preciso (re)pensar os negócios no sentido da rentabilização dos investimentos, resiliência dos negócios e expansão. É por isso que iniciativa como o Comércio Digital é tão relevante”, afirma Teresa Moreira.   

Possivelmente, os resultados do estudo ACEPI/IDC deste ano vão mostrar uma evolução mais marcada em relação a alguns aspetos, acentuando diferenças por outro lado. A pandemia de COVID-19 antecipou em vários anos a transformação digital, mas não da mesma forma para todas as empresas. “Provavelmente o fosso é agora maior entre os que vão à frente e os que seguem na cauda”, antecipa a vice-presidente da ACEPI. “E este é um tema muito relevante e ao qual a ACEPI-Comércio Digital continuará empenhada em garantir que evolui positivamente e em fazer do digital e do ecommerce uma oportunidade para todas as empresas nacionais”.   

Newsletter